X

Cursos

W02/01 - INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PROPONENTES À VAGA DE ADVOGADO DATIVO NA ÁREA DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA



A quem se destina: Advogados e Estagiários Inscritos na OAB, Bacharéis em Direito e Profissionais graduados de outras àreas.
Quantidade de aulas: 23 Aulas.

Coordenação:  Ricardo de Moraes Cabezón

Observações:  

Duração: O curso ficará disponível no período de 180 dias para visualização após a compra.

 
Tecnologia 3G: os usuários devem ter ciência de que a taxa de transferência de dados pode sofrer variações ou diminuição da velocidade no decorrer do mês, dificultando o acesso às aulas.

1)   A visualização dos vídeos é possível nas plataformas windows e mobile, permitindo acesso por: computadores (PC); notebooks; tablet; iphone; ipad e smartphones;

2)    Algumas aulas poderão ser divididas em duas partes;

3)    São requisitos para a obtenção do Certificado de conclusão do curso:

a)    Assistir, no mínimo, 80% das videoaulas (será medida a frequência até o final, ou seja, uma aula assistida pela metade será considerada não assistida;

b)   Elaborar e entregar um Relatório, contendo a síntese de cada uma das videoaulas, focando os temas abordados em aula pelo Professor, sem necessidade de recorrer à doutrina e/ou jurisprudência para complementar o conteúdo do trabalho;

c)    O Relatório acima, ainda deverá conter: 1) nome completo do aluno; 2) nome do curso; 3) identificação das videoaulas; 4) máximo de 15 folhas, fonte Arial 12.

d)    Após finalizado, o Relatório deverá ser encaminhado para o e-mail: ead@esa.oabsp.org.br;

e)    Terá direito ao Certificado o aluno que assistir pelo menos 80% das videoaulas e entregar o Relatório, nos moldes das alíneas “b” e “c” anteriores;

f)    O Relatório avaliado como insuficiente quanto ao conteúdo e ao tamanho, será considerado não entregue;

4)    Eventual material didático fornecido pelo docente será disponibilizado no mesmo espaço das videoaulas.

5)    Não é permitido fazer download das videoaulas;

6)    O curso foi gravado em 2014.

ATENÇÃO:

NOS TERMOS DO PARÁGRAFO DÉCIMO PRIMEIRO DA CLÁUSULA QUINTA DO CONVÊNIO CELEBRADO ENTRE A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO E A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO DE SÃO PAULO :  (...) A inscrição do advogado para atuar nos processos de competência da Infância e Juventude fica condicionada à comprovação, no ato de inscrição, de conclusão de curso específico.

Objetivos:
Apresentar aos Defensores Públicos recém-ingressos na carreira como os proponentes a candidatos a vaga de advogado dativo uma visão do contexto contemporâneo acerca dos principais aspectos jurídicos, sociais, psicológicos e educacionais que incidem diretamente sobre as questões infanto-juvenis no Estado de São Paulo.

Objetivos Específicos:
Propiciar uma visão mais abrangente e atual sobre a importância da proteção integral da criança e do adolescente com ênfase na realidade sócio econômico e cultural do Estado de São Paulo;

- Suscitar os dilemas e soluções à problemas regionais na área infanto-juvenil como maus tratos, insuficiência de escolas e leitos hospitalares da Rede Pública, abuso sexual, tráfico internacional de crianças e adolescentes, aliciamento de menores para a criminalidade, paternidade biológica, jurídica e sócio-afetiva; barrigas de aluguel; limites do poder familiar, situação de risco, prostituição infantil, abandono material, moral, intelectual, pedofilia, morosidade ou inércia dos Agentes Públicos e outras questões controvertidas que servirão de cabedal para o exercício da função; e

- Fomentar reflexões junto a profissionais da área jurídicas e propedêuticas (Educação e Psicologia) que militam na área em comento para troca de experiências e sugestões com vistas a erradicação ou minoração dos problemas abordados.

Ementa

A Proteção Integral da Criança e Adolescente. Influência das Convenções Internacionais e Princípios Constitucionais. Direitos da Personalidade. Poder Familiar. Direito de família e aplicação do Estatuto da Criança e do Adolescente. Alimentos. Guarda, Tutela e Curatela. Princípios Protetivos à infância e juventude. Adoção. Conselho tutelar. Conselhos nacional, municipais e estaduais. Ato infracional, intervenção e prevenção. Medidas sócio-educativas. Responsabilidade civil e criminal por ofensa aos direitos das crianças e dos adolescentes. Justiça da infância e da juventude.

 

Conteúdo Programático (títulos e discriminação de unidades e subunidades)

1- Aula: Estatuto da Criança e do Adolescente: Aspectos constitucionais: a teoria do Piso Vital Mínimo e a proteção à família. Histórico legislativo. Principais convenções, conceitos e princípios. Receptividade e adequação ao ECA. A proteção integral: novo enfoque do Estatuto. Criança e Adolescentes: conceituação. Prioridade absoluta. Exclusão de discriminações.  Direitos Infanto-juvenis no CC e demais legislações extravagantes: O ECA frente ao atual Ordenamento Civilista e legislações esparsas.

2- AulaPoder Familiar / Guarda / Visitas (Direito Material): Filiação. Presunções.  Titular do poder familiar; Natureza jurídica; limites; conteúdo; o poder familiar quanto à pessoa dos filhos; o poder familiar quanto aos bens dos filhos; suspensão e destituição do poder familiar; extinção do poder familiar; guarda concomitante; guarda alternada; guarda compartilhada; visitas: direito ou dever. Aspectos da Lei nº 12.962/14. Síndrome de Alienação Parental. Abandono afetivo.

3- AulaPoder Familiar / Guarda / Visitas (Direito Processual): Ação de Reconhecimento de paternidade. Ação negatória de paternidade. Requisitos Processuais da Ação de Reconhecimento de Paternidade/ Maternidade Sócioafetivo. Ação de suspensão do poder familiar; Ação de perda do poder familiar; Ação de fixação e alteração de guarda; Ação de regulamentação das visitas; A visita monitorada. 

4- AulaSíndrome de Alienação Parental (SAP) e Abandono Afetivo (Aspectos Processuais): Incidentes de Alienação Parental. Aspectos processuais do abandono afetivo. Provas em Juízo.

5- Aula: A Psicologia como instrumento de detecção de violação de direitos. Aspectos psicológicos oriundo dos maus tratos, abuso sexual e violência doméstica em crianças e adolescentes. Aspectos relevantes do psicodiagnóstico.

6- AulaBullying e Cyberbullying. Aspectos gerais. Elementos de identificação. Responsabilidades Civil, Penal e Administrativa aplicadas ao caso.  Reparação de ato ilícito.  Excludentes de Ilicitude. Prevenção.

7- AulaO modelo educacional contemporâneo. Tutela protetiva da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Classes Hospitalares. Progressão Continuada. Inclusão. Projeto pedagógico da Fundação CASA. Perspectivas.

8- Aula: Alimentos (Direito Material): Conceito; Fontes; Conteúdo; Alimentante e alimentado; Condições de exigibilidade; Dever de sustento; Objeto da prestação; Local do pagamento; Características; (Direito Processual): Medida cautelar e procedimento especial; Alimentos definitivos, provisórios e provisionais; Ação de Alimentos entre conviventes; Ação revisional de alimentos; Ação de oferta de alimentos; Ação de Exoneração de alimentos; Alimentos e a coisa julgada; Execução de alimentos; Prisão Civil do devedor: cabimento ou não do habeas corpus; Aplicação da Lei 11.232/05.

9- Aula: O contexto social e o perfil socioeconômico do assistido: Análise sociológica do perfil da Criança e do Adolescente do Estado de São Paulo e a demanda dos serviços da Defensoria Pública. A ausência de implementação de políticas públicas previstas no ECA na prevenção dos atos infracionais e os respectivos reflexos sociais contemporâneos.

10- AulaO papel dos órgãos públicos na prevenção e intervenção: Conselhos Tutelares: funcionamento; sistemática de ingresso de seus membros; requisitos de elegibilidade; mandato e área de atuação. Medida protetiva de abrigamento. O papel do Ministério Público na defesa dos Direitos da Criança e Adolescente. CEDECA. CONDECA. CMDCA.

11- Aula: A relação do ECA para com o Processo. Princípios gerais da jurisdição em matéria de Infância e Juventude. Processo verificatório e contraditório. Atuação do Juiz na área da infância e adolescência.

12- Aula: Desaparecimento de crianças e Adolescentes: causas; estatísticas; índice de reencontro; métodos de localização. Procedimentos.

13- Aula: Tutela e Curatela (Direito Material): Tutela: Conceito; Natureza jurídica; Espécies; tutela dos irmãos; tutela dos menores abandonados; Incapazes para exercer a tutela; Garantia da Tutela; Quanto à pessoa do pupilo; Quanto aos bens do pupilo; Da responsabilidade do juiz, do tutor e do protutor; Remuneração do tutor e protutor; Cessação da tutela; Distinção entre poder familiar e tutela. Curatela: Conceito; Pessoas sujeitas à curatela; Limites à curatela; A escolha do curador; Curatela prorrogada; Curatela do nascituro; Portadores de deficiência física e enfermos.

15- Aula: Tutela e Curatela (Direito Processual): Procedimentos judiciais; Prestação de contas e balanço dos bens; Impugnação de contas e responsabilização por ato de improbidade. Legitimidade para requerer a interdição; Procedimento de interdição; Sentença; Levantamento de interdição. Casos de Curatela especial.

16- Aula: Adoção (Direito Material): Conceito; Adotante; Adotado; Consentimento; Forma; Efeitos; Regime único; revogação da adoção do ECA. Adoção Socioafetiva. Adoção por homossexuais. Adoção a Brasileira. Adoção por estrangeiros. (Direito Processual): Procedimento para adoção; Adoção de criança/ adolescente brasileira por estrangeiros (adoção internacional).

17- AulaUnidade: Direito à profissionalização e a proteção ao trabalho: Proibição do trabalho infantil; O art. 114 da CF e a competência da Justiça do Trabalho. Documentação para obtenção Alvará.  O artigo 7º, inciso XXIII, da CF; O Ministério Público do Trabalho; Os direitos trabalhistas dos adolescentes; O contrato de aprendizagem; O contrato de trabalho.

18- AulaAto infracional (Direito Material / Processual): Aspectos materiais e processuais; A Delegacia de Polícia; A inimputabilidade penal; Defesa técnica; Audiência; As medidas sócio-educativas. A abrangência do termo “maus tratos” e “situação de risco”. Requisitos para recolhimento da criança ao abrigo e casas de internação. SINASE.

19- AulaO papel do advogado no processo de apuração de ato infracional e de execução de medidas Sócio-educativas. Aspectos históricos, teóricos e práticos.

20- AulaDefesa dos interesses coletivos da criança e do adolescente (Direito Material/ Direito Processual): A ação civil pública e seu alcance; O Ministério Público e a proteção dos interesses indisponíveis; O inquérito civil; Termo de ajustamento de conduta; O papel do Terceiro Setor na defesa dos interesses coletivos. A legitimidade das associações no ajuizamento de ações civis públicas.

21- AulaDa Prevenção no ECA. A criança e o adolescente em estado de drogadição. O que se considera droga para fins legais. Orgão catalogador. Tutela de saúde pública. Internação de crianças e adolescentes. Procedimentos jurídicos. Características e Dificuldades.

22- AulaInternação de adolescentes em estado de drogadição de forma compulsória. Como requerer. Da (des)necessidade de interdição. O papel do defensor e do Estado. Procedimentos jurídicos. Características e Dificuldades no procedimento.

23- AulaNovas tendências dos direitos da infância e juventude.   Justiça Restaurativa. O que é. Locais em que é aplicada. Resultados. Dificuldades. Discussões do Depoimento  Especial. Dificuldades. Novas Perspectivas dos direitos da criança e do adolescente.

Bibliografia Básica

AIRES, Philippe.  História social da criança e da família.  Rio de Janeiro: Guanabara.

ALVIM, Rosilene.  O trabalho infantil: diversidade e exploração. Anais da ABET.

BARROS, Flávio Augusto Monteiro de. Manual de direito civil, v.4: Família e Sucessões. São Paulo: Editora Método.

BOSCARO, Marcio Antônio. Direito de Filiação. São Paulo: Revista dos Tribunais.

CHAVES, Antônio – Comentários ao Estatuto da Criança e do Adolescente. São Paulo: LTr..

CHAVES, Cristiano; ROSENVALD, Nelson. Curso de Direito Civil – v. 6 – Familias.

CISZEWSKI, Ana Cláudia Vieira e Oliveira. O Trabalho da Pessoa Portadora de Deficiência. São Paulo: LTr.

COSTA, Antônio o Carlos Gomes da.  É possível mudar: a criança o adolescente e a família na política social do município. São Paulo:Malheiros.

CRETELLA NETO, José. Fundamentos principiológicos do processo civil. Rio de Janeiro: Forense.

CURY, Munir (Org.) Estatuto da Criança e do Adolescente comentado – Comentários Jurídicos e Sociais.  São Paulo: Malheiros.

DIAS, Maria Berenice. Manual de Direito das Famílias. São Paulo: Revista dos Tribunais

________ Incesto e Alienação Parental. São Paulo: Revista dos Tribunais.

FACHIN, Luiz Edson; Ruzyk, Carlos Eduardo Pianovski. Código Civil Comentado: Direito de Família, casamento: arts. 1.511 à 1.590, volume XV; coordenador Álvaro Villaça Azevedo. São Paulo: Atlas.   

FIUZA, Ricardo e outros. Novo Código Civil Comentado. São Paulo: Saraiva.  

FROES, Oswaldo; MACCRACKEN, Roberto. Vademecum das Ações Cíveis. 3. ed. São Paulo: Editora Jurídica Brasileira.

F.SEADE/SP – Índice de Vulnerabilidade Juvenil .

_____________ Anuário Estatístico do Estado de São Paulo.

GONÇALVES, Carlos Roberto. Direito civil brasileiro, vol. VI: direito de família. São Paulo: Saraiva.

GONÇALVES, Marcus Vinicius Rios. Novo curso de direito processual civil, volume I. São Paulo: Saraiva.
____________________. Novo curso de direito processual civil, volume II. São Paulo: Saraiva.
Haddad, Eneida G de M, Muniz, Cibele B, Soares, Thais A – Defensoria Pública do Estado de São Paulo: Uma História que Já pode ser Contada in Boletim IBCCRIM – Ano 15, n° 174, Maio/2007.
LIBERATY, Wilson Donizeti e CYRINO, Púbio Caio Bessa.  Conselhos e fundos do Estatuto da Criança e do Adolescente.  São Paulo: Malheiros.
LEAL, Luciana de Oliveira. Liberdade da Criança e do Adolescente. Rio de Janeiro: Forense.
LOBO, Paulo Luiz Netto. Código Civil Comentado: Direito de Família, relação de parentesco, direito patrimonial: arts. 1.591 à 1.693, volume XVI; coordenador Álvaro Villaça Azevedo. São Paulo: Atlas.
LOTUFO, Maria Alice Zaratin. Curso avançado de direito civil, vol. V: direito de família. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais.

MARCATO, Antonio Carlos e outros. Código de processo civil interpretado. São Paulo: Atlas.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA – Estatísticas Educacionais.

MONACO, Gustavo Ferraz de Campos. Direitos da Criança e Adoção Internacional. São Paulo: Revista dos Tribunais.

MONTENEGRO, César. Prática Forense dos Procedimentos Especiais de Jurisdição Contenciosa e Voluntária. São Paulo: Saraiva.

NEGRÃO, Theotonio. Código de processo civil e legislação processual em vigor, com a colaboração de José Roberto Ferreira Gouvêa. São Paulo: Saraiva.

NERY JUNIOR, Nelson. Código de processo civil comentado e legislação processual extravagante em vigor. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais.

_________________ . Princípios do processo civil na Constituição Federal. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2004. – (Coleção estudos de direito processual Enrico Tullio Liebman; vol. 21).

NEVES, Márcia Cristina Ananias. Vademecum do direito de família à luz do novo código civil. São Paulo: Editora Jurídica Brasileira.

NOGUEIRA, Paulo L. Estatuto da Criança e do Adolescente comentado.  São Paulo: Saraiva.

OLIVEIRA, Alexandre Miceli Alcântara de. Direito de autodeterminação sexual: dignidade, liberdade, felicidade e tolerância. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira.

PAULA, Paulo Afonso Garrido de.  Menores; direito e justiça:  apontamentos para um novo direito das crianças e dos adolescentes.  São Paulo: Tribunais.

PEREIRA, Irandi e MESTRINER, Maria Luíza. Liberdade Assistida & Prestação de Serviços à Comunidade: medidas de inclusão social voltadas a adolescentes autores de ato infracional.  São Paulo: Vox Editora.

PEREIRA, Tânia da Silva.  (coord)  Violentados: Estatuto da Criança e do Adolescente: estudos sócios-jurídicos.  Rio de Janeiro: Renovar.

________. (coord)  Estatuto da Criança e do Adolescente: uma proposta interdisciplinar.  Rio de Janeiro: Renovar.

_______. Cuidado e Responsabilidade.  São Paulo: Atlas.

_______. Cuidado como Valor Jurídico.  São Paulo: Forense.

Philippi, Jeanine Nicolazzi. A lei – Uma abordagem, a partir da leitura cruzada entre Direito e Psicanálise. Del Rey Belo Horizonte.

RAMIDOFF, Mário Luiz. SINASE – Sistema Nacional de Atendimento Sócioeducativo. São Paulo: Saraiva.

VELOSO, Zeno. Código civil comentado: direito de família, alimentos, bem de família, união estável, tutela e curatela: arts. 1.694 à 1.783, volume XVII; coordenador Álvaro Villaça Azevedo. São Paulo: Atlas.

SALÉM, Luciano Rossignolli. Prática forense no direito de família. Campinas, São Paulo:  Millennium Editora.

SANTOS, Ernane Fidélis dos. Manual de Direito Processual Civil. Volumes I, II e III. Procedimentos especiais. São Paulo: Saraiva.

SANTOS, Moacyr Amaral. Primeiras linhas de direito processual civil, volumes I e II. São Paulo: Saraiva.

___________. Primeiras linhas de direito processual civil, volume III. São Paulo: Saraiva.

SARAIVA, João Batista da Costa. Adolescente e ato infracional: garantias processuais e medidas sócio-educativas. Porto Alegre: Livraria do Advogado.

SÊDA, Edson.  Construir o passado ou como mudar hábitos, usos e costumes, tendo como instrumento o Estatuto da Criança e do Adolescente.  São Paulo: Malheiros.

SIQUEIRA, Liborni.  Dos direitos da família e do menor.  Rio de Janeiro: Forense.

SILVA, Antonio Fernando do Amaral e (outros) Cadernos de direito da criança e do adolescente. Vol.2. São José/SC. Unicef.

STOLZE, Pablo. PAMPLONA FILHO, Rodolfo. Novo Curso de Direito Civil – Direito de Família. Volume 06. São Paulo: Saraiva.

TEIXEIRA, Maria de Lourdes T. O Estatuto da Criança e do Adolescente e a questão do delito. In: Cadernos Populares nº 3. Irandi Pereira (coord. geral). Sitraenfa/CBIA. São Paulo: Forja Editora.

TAVARES, José de Farias. Comentários ao Estatuto da Criança e do Adolescente. Rio de Janeiro: Forense.

THEOTONIO JUNIOR, Humberto. Curso de direito processual civil, volumes I, II e III. Rio de Janeiro: Forense.

VOLPI, Mario. Sem liberdade, sem direitos: a privação de liberdade na percepção do adolescente. São Paulo: Cortez.

WAMBIER, Luiz Rodrigues. Curso avançado de processo civil, volumes I, II e III. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais.

Corpo Docente

Prof. Eduardo Cortez  Freitas Gouvêa     
Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Coordenador das Varas de infância e Adolescência no âmbito do TJSP.

Prof. Eduardo Rezende de Melo                                                                                                 
Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo (1990) e em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998), mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e mestre em estudos avançados em Direito da Infância pela Universidade de Friburgo, Suíça (2008). Juiz de direito no Estado de São Paulo desde 1991, atualmente é diretor da Associação Internacional de Juízes e Magistrados da Juventude e Família (AIMJF), já tendo sido presidente da Associação Brasileira de Magistrados e Promotores de Justiça da Infância e da Juventude (ABMP) e vice-presidente da Associação Internacional Mercosul de Juízes da Infância e da Juventude. Membro da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo

Prof. Flávio Américo Frasseto
Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo (1989) e em Psicologia pela Universidade São Marcos (1999), Mestre em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é pesquisador da Universidade Bandeirante de São Paulo e Defensor Público - Defensoria Pública do Estado de São Paulo órgão em que atual como membro e Diretor do Núcleo de Criança e Adolescente.

Profa. Gilka Jorge Fígaro Gattas
Pós Doutora pela Harvard Medical School (1998), Doutora em Ciências Biológicas (Biologia Genética) pela Universidade de São Paulo (1994). É Professora Associada - ms5 da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e coordenadora do projeto Caminho de Volta: busca de Crianças Desaparecidas no Estado de São Paulo, Membro da Sociedade Brasileira de Mutagenese ambiental, da Sociedade Brasileira de Genética e da Comissão de Direitos Infantojuvenis da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de São Paulo na qualidade de membro consultora. Recebeu 8 prêmios e/ou homenagens por sua atuação profissional e acadêmica.                                                       

Profa. Irene Pires Antônio
Psicóloga, Especialista em Psicoterapia e Profilaxia em Violência Doméstica pelo Instituto Sedes Sapientiae (1999) com atuação profissional ao longo de 10 anos junto ao Centro de Referência da Criança e Adolescente – CERCA atualmente exercendo a função de Psicóloga Judiciária Chefe da Seção Técnica de Depoimento Especial do Núcleo de Apoio Profissional de Serviço Social e Psicologia - DAIJ 1 da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Prof. José Augusto Altran                                                                                
Sociólogo e Cientista Político. Especialista em Política Internacional. Professor Universitário.

Profa. Juliana Vieira Saraiva de Medeiros
Advogada, Mestre em Direito na Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Professora de cursos de graduação e pós graduação em Direito, membro da Comissão de Direitos Infantojuvenis da Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo - OAB/SP.

Profa. Luciana Barbosa Pereira
Educadora formada pela Universidade Nove de Julho, graduada em Tecnologia de Vestuário pelo SENAI, Pós-graduada em Psicopedagogia pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas – UniFMU. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFSP.

Prof. Ricardo de Moraes Cabezón
Advogado, Jornalista, Mestre em Direitos Difusos e Coletivos, Pós Graduado em Direito Processual e em Docência do Ensino Superior, Professor Universitário, autor de obras e artigos jurídicos, Presidente da Comissão de Direitos Infantojuvenis da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção São Paulo, Órgão de Classe em que também coordena o Núcleo de Aprimoramento Jurídico e Integração Cultural. Coordenador Estadual do Curso de Aperfeiçoamento na área de Direito da Criança e Adolescente – Convênio OAB/SP - DPESP. Professor Convidado da Escola Superior do Ministério Público (ESMP) e da Advocacia (ESASP). Coordenador Pedagógico do Portal Atualidades do Direito.

Profa. Roberta Densa
Advogada em São Paulo, Graduada em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Especializada em Direito das Obrigações, Contratos e Responsabilidade Civil pela Escola Superior de Advocacia - ESA/SP, Mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Doutoranda em Direitos Difusos e Coletivos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Membro efetivo da Comissão de Direitos Infantojuvenis da Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo - OAB/SP. É Professora Universitária de cursos de Graduação e Pós-Graduação em Direito.

Prof. Romeu Gonçalves Bicalho
Advogado em São Paulo, realizou curso de extensão pela Université Laval  (Quebec/Canadá) e Mestrado em Direito do Trabalho pela Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP. É  Doutorando em Direito do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC SP), Professor de Direito do Trabalho, Processo do Trabalho e Prática Trabalhista na FADITU e da ESA SP; Membro da IX Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OABSP e Coautor de obras literárias.
 

É proibida a reprodução, publicação, distribuição, difusão, total ou parcial de material disponibilizado em qualquer espaço do site da Escola Superior de Advocacia, por meio eletrônico, impresso, fotográfico, gravação ou qualquer outra forma que possa tornar os conteúdos dos materiais acessíveis a terceiros, para fins particulares ou comerciais, bem como disponibilizá-los em serviços on line, websites, fóruns de discussão, emails, message board (quadro de mensagens), redes sociais, comunicadores instantâneos e todo e qualquer sítio virtual, sem a prévia autorização dos autores.

Lgo Pólvora, 141 - Liberdade - SP  -  (11) 3346-6800  -   faleconosco@esa.oabsp.org.br